Cultura & Arte Notícias Cultura & Arte História

A história da escola Conde Afonso Celso

Biblioteca da escola Conde Afonso Celso

O nome foi em homenagem a uma grande personalidade da época, o Conde Afonso Celso de Assis Figueiredo que era poeta, jornalista, político, exímio orador, autor de diversos sonetos, nascido em Ouro Preto - MG.

Almenara era ainda um pequeno lugarejo escondido sob o verde das margens do Rio Jequitinhonha. Chamava-se São João do Vigia, distrito de Araçuaí. Em meio às residências um casarão se destacava pela sua nobreza. Em uma sala deste casarão emprestada pelo proprietário reuniam-se todos os dias um grupo de meninas e meninos, rapazotes e mocinhas para receberem instrução. A sala continha apenas uma mesinha, alguns bancos e um relógio de parede. À frente, uma jovem e sisuda professora ministrava os conhecimentos com dedicação, amor e seriedade. Era a Mestra Maria Cristina da Silva, professora normalista, natural de Araçuaí, que veio sobre o lombo de um cavalo e a seguir a bordo de uma canoa, navegando pelas águas límpidas do majestoso rio Jequitinhonha dar início ao processo de educação no distrito.

Algum tempo passou. Mais e mais crianças vinham das redondezas em busca da educação. O distrito melhorava. A população exigia, era necessário oferecer mais.

Em 21 (vinte e um) de fevereiro de 1910 (mil novecentos e dez) na presença da esforçada mestra Maria Cristina, do inspetor distrital Pedro Antônio da Fonseca e outras personalidades importantes da época, instalava-se, para grande alegria do povo, a primeira escola pública do distrito, já comportando 112 (cento e doze) alunos, regularmente matriculados. A escola passou a ser chamada de Escola Mista de São João de Vigia. Posteriormente, sem local próprio e adequado para funcionar, foram instaladas várias salas de aula em diversos pontos da comunidade, e chamaram de “Escolas Isoladas”. Depois, reuniram-se todas as salas na Casa Paroquial com o nome de “Escolas Combinadas”.

Em 29 de abril de 1946 a escola ocupa o prédio velho da Coletoria Estadual que se encontrava desocupado e recebe o nome de “Grupo Escolar Conde Afonso Celso”. O nome foi em homenagem a uma grande personalidade da época, o Conde Afonso Celso de Assis Figueiredo que era poeta, jornalista, político, exímio orador, autor de diversos sonetos, nascido em Ouro Preto - MG. Sua poesia era profundamente religiosa, sua inteligência clara e piedosa posta a serviço da Igreja. Foi, pois, escolhido como patrono da escola.

O velho prédio se encontrava em péssimas condições de uso. Ameaçava até mesmo desabar, por isso, foi doado pela Prefeitura o terreno ao lado onde se iniciou a construção do prédio próprio.

Em 02 (dois) de julho de 1947 (mil novecentos e quarenta e sete), instalou-se ali definitivamente, a escola com a denominação mantida de Grupo Escolar Conde Afonso Celso, atendendo alunos de 1ª à 4ª série, ainda sob a direção da Mestra Maria Cristina da Silva que se aposentou por volta de 1955 (mil novecentos e cinqüenta e cinco), depois de 50 (cinqüenta) anos prestados à educação.

Consta em seu arquivo uma ata de instalação assinada pela primeira Diretora Maria Cristina da Silva e pelo Inspetor Escolar Pedro Fonseca, datada de 21 (vinte e um) de fevereiro de 1910 (mil novecentos e dez).

Ata de instalção da escola Conde Afonso Celso

Maria Cristina da Silva, Rita Ottoni Miranda, Belaniza de Oliveira, Zaíde Queiroz de Oliveira, Carmem Teixeira Vieira, Emília Tupy da Fonseca, Dalila Schdz Couto, Libânia Gil de Menezes, Elza de Souza Rios, Rosália da Cunha Peixoto, Ana Maria Diniz Maia de Figueiredo, Marina Maria de Lourdes Veloso, Maria Emília de Campos Machado, Therezinha Vieira Andrade Prinz, Maria Amélia Guimarães, Jovelina Ferreira da Silva Gobira, Maria Edna Telis Sobral foram diretoras deste estabelecimento de ensino e atualmente Marlouve Alves Lacerda Souto. As quatro últimas eleitas pela comunidade escolar.

Hoje, a Escola Estadual Conde Afonso Celso, integrante da rede Estadual de Ensino, localizada no município de Almenara - MG, jurisdicionada à Superintendência Regional de Ensino de Almenara, atendendo alunos do Ensino Fundamental, quase um século depois de sua fundação, encontra-se em pleno funcionamento viva e eficaz, ampla e aconchegante, e ainda assim cada vez mais jovem, fiel aos preceitos da Educação, orgulhosa de ter sido a Pedra Fundamental da Educação em Almenara, percorrendo a história da própria cidade, participando do seu progresso e ascensão, formando célebres personalidades ao longo do tempo.

A Escola Conde Afonso Celso haverá de fazer ainda ao longo do tempo, muitos homens e mulheres importantes para a história da humanidade.

 

A história da escola Conde Afonso Celso

Navegue